Análise e Desenvolvimento de Sistemas: conheça este curso (2023)

Amantes e usuários da tecnologia devem reconhecer a complexidade dos ambientes virtuais, websites e programas que utilizamos no nosso dia a dia na internet. Afinal, tudo isso só existe pois foi desenvolvido através de softwares e hardwares específicos para cada função.

Parece complexo? Pois essa é a função de um profissional de Análise e Desenvolvimento de Sistemas!

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Esse segmento profissional é muito promissor, já que envolve tecnologia e sistemas computacionais – uma área com crescentes procuras por profissionais no mercado de trabalho. Muitos dizem que um especialista em Análise e Desenvolvimento de Sistemas está investindo na carreira do futuro. Será mesmo?

Se você está pensando em cursar o tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, saiba que essa pode ser uma profissão repleta de oportunidades e que pode exigir muitas especializações profissionais no futuro. Entenda melhor como funciona esse curso e onde estudar!

O que faz um profissional em Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

O tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é um profissional de nível superior que analisa, projeta, documenta, especifica, testa, implanta e cuida da manutenção de sistemas computacionais e softwares.

Analistas e desenvolvedores de sistemas trabalham principalmente na produção de softwares, podendo atuar em diversas fases da criação de um sistema computacional: levantamento de requisitos, projeto, especificação, documentação, implantação, testes e manutenções. De qualquer forma, o principal objetivo de um profissional de Análise e Desenvolvimento de Sistemas é analisar e propor soluções tecnológicas.

O mercado da Tecnologia em Informação (TI) para analistas e desenvolvedores de sistemas é promissor e, atualmente, faltam profissionais qualificados para atender a demanda das empresas. Logo, é uma área em que não costumam faltar oportunidades e vagas disponíveis para trabalhos.

Quanto ganha um profissional de Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

A média salarial para um Analista de Desenvolvimento de Sistemas em início de carreira no Brasil é de R$6.600 mensais, de acordo com os dados dos registros em carteira disponibilizados pelos empregadores no sistema do Ministério do Trabalho.

Conforme o profissional ganha mais tempo de experiência, também ganha salários mais altos. A média dos profissionais registrados como Sênior é de R$9.345 mensais.

O salário pode subir bastante quando o emprego é oferecido por empresas de grande porte, com valor médio de R$7.430 a R$8.600, conforme a experiência do profissional. Em locais onde se localizam grandes centros econômicos, como o estado de São Paulo, a média salarial é de R$7.200.

Para os profissionais que falam outras línguas, como inglês, francês, mandarim, alemão ou espanhol, as oportunidades se multiplicam. O mercado internacional possui muitas vagas em aberto para profissionais da área de tecnologia, pagando salário em dólar ou euro, o que pode garantir ganhos muito maiores do que os citados anteriormente em real.

Qual o perfil de um analista de sistemas?

Um profissional da área de tecnologia é uma pessoa que precisa estar preparada para um ambiente de grande volatilidade, pois a área está em constante atualização de técnicas e materiais. Os sistemas estão sempre precisando de melhoria, em busca de uma usabilidade mais fluida pelos clientes e também do reforço da segurança. É preciso gostar de estudar e não parar após a faculdade.

O analista de sistemas precisa ser uma pessoa com alta capacidade de concentração, visto que muitas vezes os problemas estão nos detalhes. Saber observar, e, mais ainda, antecipar estes problemas é uma das maiores qualidades esperadas de um profissional da área.

Pessoas da área da tecnologia podem passar por situações estressantes, como uma queda ou ataque aos sistemas, o que demanda um trabalho árduo e de pressão da chefia por rápida resolução. É importante ter a cabeça fria e estar preparado para eventuais convocações de emergência.

O profissional do TI não trabalha sozinho, portanto, saber lidar com uma equipe multiprofissional é um fator que ajuda no cotidiano na empresa, afinal, todos têm necessidades diferentes, visões muitas vezes divergentes, que precisam ser discutidas sem confusão para que o produto evolua e fique pronto.

Como é o curso de tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

O curso de tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é uma formação de nível superior que dura entre dois anos e meio e três anos, podendo ser oferecido no formato presencial ou a distância. Por ser um curso tecnológico, é uma formação voltada ao mercado de trabalho e o aluno tem a oportunidade de realizar atividades práticas que serão exigidas pela empresa onde for trabalhar.

Vale lembrar que o diploma de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas a distância vale tanto quanto o presencial. Nos dois casos, mais importante do que a modalidade de ensino é a forma como cada aluno aproveita o material oferecido pelo curso. Para isso, é preciso se certificar de que você vai cursar uma instituição de ensino de qualidade, reconhecida e autorizada pelo Ministério da Educação (MEC).

Além disso, vale ressaltar que o curso de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pode ser oferecido com diferentes nomenclaturas. De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, eles podem ser:

  • Análise de Sistemas de Informação
  • Desenvolvimento de Sistemas de Informação
  • Desenvolvimento de Software
  • Engenharia de Software
  • Processamento de Dados
  • Sistemas de Software

O que se estuda em Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

As disciplinas do curso de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas variam de acordo com a instituição e a ênfase dada em cada currículo. Algumas das matérias mais comuns são:

  • Análise Estruturada de Sistemas
  • Análise Orientada a Objetos
  • Desenvolvimento de Software Seguro
  • Direito e Legislação
  • Estrutura de Dados
  • Fundamentos de Redes de Computadores
  • Laboratório de Programação
  • Linguagens de Programação
  • Matemática Aplicada à Informática
  • Probabilidade e Estatística
  • Programação e Design para Web
  • Programação em Banco de Dados
  • Programação Estruturada
  • Programação Orientada a Objetos
  • Sistemas de Banco de Dados
  • Sistemas de Informação
  • Sistemas Operacionais
  • Teoria Geral de Sistemas

No site da faculdade que você estiver mais interessado, você pode acessar a página do curso e encontrar a grade curricular completa do curso. É uma ótima forma de saber se os assuntos abordados te interessam e qual a linha de formação que cada faculdade segue.

As faculdades dificilmente oferecem uma disciplina de Inglês ou outra língua dentro da grade curricular. Portanto, é interessante ver paralelamente ao seu curso de graduação uma forma de aprender uma língua estrangeira que pode abrir novos horizontes para você na sua profissão.

Quanto tempo dura o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

O curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas tem uma duração de até três anos, por se tratar de um curso da área tecnológica. Estes cursos possuem formação mais rápida que o bacharel e em alguns locais chegam a comprimir sua grade horária para dois anos e meio.

Ou seja, você poderá completar o curso superior tecnológico de Análise e Desenvolvimento de Sistemas na maioria das faculdades em cinco ou seis semestres. Caso opte por algum bacharel da área de tecnologia, o prazo sobe para, no mínimo, quatro anos.

Quais as áreas de atuação de Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

O cargo de analista de sistemas também está entre os que mais geraram empregos nos últimos anos. De acordo com relatório do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), essa é a profissão que mais criou postos de trabalho entre 2009 e 2012, com 49.535 novos empregos durante o período.

Dez anos após eeste relatório do Ipea, a área continua em alta. Confira o ranking elaborado pelo LinkedIn das vagas de empregos que mais cresceram entre janeiro de 2017 e julho de 2021:

  1. Recrutador(a) especializado(a) em tecnologia
  2. Engenheiro(a) de confiabilidade de sites (Site Reliability Engineer – SRE)
  3. Engenheiro(a) de dados
  4. Especialista em cibersegurança
  5. Representante de desenvolvimento de negócios
  6. Gestor(a) de tráfego
  7. Engenheiro(a) de machine learning
  8. Pesquisador(a) em experiência do usuário
  9. Cientista de dados
  10. Analista de desenvolvimento de sistemas

Existe uma carência de profissionais qualificados no mercado de tecnologia. Com isso, sobram vagas e os salários são atrativos mesmo para quem está em início de carreira. No entanto, esta ainda é uma profissão não regulamentada, ou seja, em que não é obrigatório ter diploma para exercê-la. Porém, as empresas dão prioridade para candidatos que têm o nível superior, e para estes também oferecem salários melhores e mais oportunidades de crescimento.

O analista de sistemas pode atuar em empresas de tecnologia de pequeno, médio e grande porte, trabalhar como freelancer ou ser funcionário de empresas de todos os setores que utilizam tecnologia, além de poder fazer concursos públicos.

Algumas das principais áreas de atuação seguidas por profissionais deste segmento são:

Desenvolvimento de software

O desenvolvedor de softwares é responsável pela criação direta de sistemas e soluções para as necessidades de seus clientes. São profissionais que devem ser práticos e saber ouvir os problemas de seus clientes para surgir com propostas otimizadas. Essa é uma das áreas mais populares do nicho, assim como uma das mais buscadas pelas empresas e com mais vagas ofertadas no mercado de trabalho.

Administração de Banco de Dados

O administrador de banco de dados é o profissional responsável pela segurança das informações contidas no banco de dados de uma empresa. Ele é a pessoa criativa que deve propor soluções de segurança, monitoração e sugere atualizações que ajudam a otimizar o uso das informações contidas nos softwares.

Administração de Redes

Um profissional desta área administra toda a infraestrutura tecnológica da empresa em que trabalha. Ele realiza instalações, parametrizações e configurações de sistemas informatizados, além de garantir a segurança das informações contidas na rede que administra. É um segmento de muita responsabilidade.

Onde estudar Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

Se você já se decidiu que esta é a área a seguir, é importante saber que existem centenas de instituições de ensino superior autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Algumas oferecem o ensino na modalidade EAD, outras na modalidade presencial. Em todos os casos, prefira se matricular em faculdades sérias e de renome, que não somente oferecem um ensino de qualidade mas que também são reconhecidas pelo MEC. Entre elas, destacamos algumas abaixo:

Em todas as faculdades particulares acima, é possível contar com uma série de facilidades para ingressar no curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, como, por exemplo, o ingresso facilitado através da sua nota do Enem, bolsas de estudos, descontos e financiamentos sem burocracia.

Tentar a chance com programas do governo federal de ampliação do acesso ao ensino superior também é uma possibilidade, já que essas instituições de ensino participam do ProUni ou do Fies. Fique de olho nos sites de cada faculdade para saber mais!

Você pretende fazer o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas? Compartilhe essa matéria nas suas redes sociais e ajude mais gente a conhecer a sua futura carreira.

Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Wyatt Volkman LLD

Last Updated: 02/09/2023

Views: 5770

Rating: 4.6 / 5 (46 voted)

Reviews: 85% of readers found this page helpful

Author information

Name: Wyatt Volkman LLD

Birthday: 1992-02-16

Address: Suite 851 78549 Lubowitz Well, Wardside, TX 98080-8615

Phone: +67618977178100

Job: Manufacturing Director

Hobby: Running, Mountaineering, Inline skating, Writing, Baton twirling, Computer programming, Stone skipping

Introduction: My name is Wyatt Volkman LLD, I am a handsome, rich, comfortable, lively, zealous, graceful, gifted person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.